Vereador eleito em São Paulo, Fernando Holiday quer acabar com cotas raciais e revogar Dia da Consciência Negra.



Um dos nomes mais populares do Movimento Brasil Livre, o vereador eleito Fernando Holiday (DEM-SP) publicou nesta quinta-feira (3) algumas das principais propostas que vai defender em seu mandato. Ele propõe acabar com as cotas raciais nos concursos públicos da capital paulista e revogar no estado a comemoração do Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro.

Holiday também diz que vai combater o "vitimismo" para que qualquer pessoa, independentemente de raça, possa "alcançar o sucesso sem precisar de migalhas do Estado para isso".


Como Vereador, lutarei para:
- Combater o vitimismo:
Todos, independente de cor de pele, podem alcançar o sucesso sem precisar de migalhas do Estado para isso.
...Ver mais

As ações propostas por Holiday geraram diversas reações. Muitos paulistas ficaram revoltados, defendendo que a desigualdade racial é gritante na sociedade brasileira. E que é necessária uma data como o 20 de novembro:



Bárbara Vieira 
Onde você estava quando tantos negros lutavam contra a escravidão e por um lugar decente no mundo onde milhares de brancos viviam libertos e muito à frente? Voc... Ver mais

Curtir
251 respostas389há 7 horaseditado



Muita gente aprovou as medidas sugeridas por Holiday, criticando o "vitimismo" ao qual ele se refere. Seus apoiadores sublinharam a dificuldade que o político deve ter enfrentado para chegar à Câmara Municipal de São Paulo:



Felipe Maiello Von Rondon Muito bom Fernando, você é um tapa na cara da esquerda, Um negro pedindo o fim das cotas raciais! Imagino que não foi nada fácil chegar aí onde está, mas se foi possível pra você é possível pra todos outros! Meus parabéns, precisamos de pessoas como você para unificar nosso país.

Curtir
322 respostas1229na quinta

Gostou? Comente este artigo no fim da página



Severino Ramos Ferreira Ramos Eu sou deficiente e nunca sofri dessa doença chamada vitimismo. Parabéns, virei seu fã.
Curtir
79 respostas882na quinta 



Diante da indignação causada, o político de 20 anos argumentou que suas propostas visam justamente ao combate do racismo:

"- Propor o fim das cotas raciais em Concursos Públicos Municipais significa que São Paulo não pode beneficiar seres humanos em detrimento de suas características biológicas, significa que somos um País miscigenado onde todos devem ser tratados igualmente perante a lei. Isso sim é combater o racismo.

- Propor a revogação do dia municipal da Consciência Negra significa alertar a sociedade de que não devemos nos dividir em classificações e que devemos preeservar a consciência humana, independente de etnia ou cor da pele. Isso sim é combater o racismo."


 




Sobre o autor
Adenilton Cerqueira é fundador e diretor editorial da Black Brasil, conhecido entre os amigos como Théo, baiano,  feirense de nascença e soteropolitano de coração, é radialista, e blogueiro nas horas vagas. continue lendo aqui  

 
Black -Brasil © 2006 - Adenilton Cerqueira