Desconhecidos convidam refugiada para fazer almoço com pratos típicos do seu país.



Contamos aqui a história da nigeriana Latifah Hassam, que vive no Rio de Janeiro com a filha, Thekyat, e vende esfihas no Largo do Machado.

Latifah falou da sua vontade de vender comidas típicas da Nigéria. A Vitória Faoro e a amiga Gabriela Sales ficaram curiosas e decidiram chamar Latifah para fazer um almoço.

“Juntamos a fome com a vontade de comer (literalmente) de vários amigos e a convidamos para fazer um almoço para que nós pudéssemos conhecer a culinária nigeriana”, escreveu Vitoria em um post no Facebook.

Latifah cozinhou para 30 pessoas, como se ela fizesse aquilo toda semana, conta Vitória.

“De suas panelas saíram arroz jollof, arroz frito, sopa de peixe com fufu, pratos com quiabo, frango, carne, receitas tão variadas que fica difícil descrever a mistura de cheiros, temperos e culturas que vivemos ontem”, conta Vitória. “Uma experiência única que merece ser vivida”.

Latifah ligou para Vitória agradecendo o convite e pediu ajuda para conseguir outros trabalhos como esse. “Seu sonho é abrir um restaurante de comida nigeriana aqui, e talvez esse seja o primeiro passo para chegar lá”.




Vamos ajudar Latifah a realizar esse sonho? O seu telefone para contato é o (21) 981505137.

Fotos: Reprodução/Facebook




Sobre o autor
Adenilton Cerqueira é fundador e diretor editorial da Black Brasil, conhecido entre os amigos como Théo, baiano,  feirense de nascença e soteropolitano de coração, é radialista, e blogueiro nas horas vagas. continue lendo aqui  

 
Black -Brasil © 2006 - Adenilton Cerqueira