Mais do que estética, Noite da Beleza Negra prega a afirmação da cultura afro


A cultura negra e a estética afro são afirmadas e ratificadas em cada detalhe: no cabelo, na roupa, nas joias e, principalmente, na atitude. Para a Noite da Beleza Negra, nada é improvisado. Tudo é minuciosamente preparado para, dos pés à cabeça, reafirmar o orgulho das origens, da raça e do que a valorização de tudo isso representa para a comunidade negra de Salvador.

Se engana quem pensa que apenas as comunidades da Liberdade e dos bairros adjacentes são mobilizadas para a Noite da Beleza Negra. A transformação proposta pelo Ilê Aiyê para o dia vai muito além da preparação estética, transcende as fronteiras bairristas e alcança a comum ancestralidade africana.

A rainha do bloco Muzenza, Cláudia Matos, de 34 anos, afirmou que é o momento de união das mulheres negras em prol da afirmação. 


"É uma noite de alegria para todas as mulheres negras. Esse é o momento para todos nós nos unirmos e nos embelezarmos, até para quem não está concorrendo. Todas numa ideia só, num só objetivo, de reafirmar a nossa beleza, mostrar nosso cabelo e nossa pele", afirmou a moradora do bairro do Barbalho.
Escolher apenas uma entre as 15 finalistas é uma tarefa díficil, de acordo com Jusa Ventura, moradora da Liberdade.Para mim é uma grande satisfação de estar na saída do Ilê, mostrando a cultura negra. É difícil ver tanta beleza junta e esquecer só uma entre 15 meninas tão bonitas. As meninas se dedicam muito o ano para ser escolhida só uma. Venho há mais de 20 anos", relatou.
O cabelo crespo, a pele negra são marcas que, para a estilista Dandara Toaleji, de 24 anos, precisam ser ostentados."Demonstramos a nossa essência, a plenitude, a ancestralidade. Temos orgulho do nosso cabelo duro e da nossa pele negra. Assim estamos levantando uma bandeira. A Bahia é considerada 'A Pequena África não só no Carnaval, mas no ano todo. Para esta noite, tudo requer uma preparação. Saimos de casa, preparamos a maquiagem, a roupa e o cabelo. A noite da Beleza Negra é isso. Essa autoafirmação", disse.
As amigas Shirlei Silva e Lorena Lozer, em entrevista ao Bocão News, também destacaram a importância do evento para além da estética. "Acho de grande importancia para a comunidade negra, já que lutamos muito pelas nossas conquistas. Não é só estética, é todo o resgate. Estou muito emocionada torcendo por minha amiga Elane Cristina,  uma das concorrentes. Sabemos o quão batalhadora ela é", afirmou Shirlei. Questionada se há uma preparação para a Noite da Beleza Negra, ela não titubeou. "A mulher negra já nasce pronta, mas para este dia, em especial, queremos nos embelezar ainda mais".
Na mesma linha,  Lorena Lozer, também torcedora de Elane Cristina, participou do evento pela primeira vez. "Tomei coragem para vir no meu dia, prestigiar a beleza negra. Cheguei do trabalho, 8h da noite, cansada, mas tratei de colocar o cabelo para cima para celebrar o nosso dia", concluiu. 

Por: Marivaldo Filho  do  Bocão News








 
Black -Brasil © 2006 - Adenilton Cerqueira