Policiais matam homem negro em cadeira de rodas no meio da rua; veja vídeo




Um vídeo amador publicado na internet esta semana mostra oficiais da polícia do estado de Delaware assassinando a tiros um homem negro deficiente físico no meio da rua. O caso ocorreu na cidade de Wilmington.
Segundo informações do Daily Mail, as autoridades responderam a um chamado de que um homem estava tentando se suicidar. Quando chegaram ao local, encontraram Jeremy McDole, 28, "ainda armado com um revólver". No vídeo, é possível ouvir os policiais dizendo para o homem "largar a arma". Logo em seguida, ouvem-se diversos disparos. O vídeo termina com McDole caindo da cadeira de rodas.
McDole parece já estar sangrando desde o começo da filmagem. No entanto, não fica claro no vídeo se o ferimento foi causado pelo primeiro tiro dado pelo policial ou se ele já havia sido ferido na suposta tentativa de suicídio. Também não é possível identificar claramente nenhuma arma em suas mãos na gravação. As autoridades disseram um revólver calibre .38 foi apreendido no local.
Ainda de acordo com o Daily Mail, McDole teria ficado paralisada da cintura para baixo depois de ter sido baleada por um amigo. 
Durante uma coletiva de imprensa da polícia, a mãe de McDole, Phyllis, classificou a execução como "injusta".
— Ele estava em uma cadeira de rodas, paralisado da cintura para baixo. O vídeo mostra que ele não puxou nenhuma arma.
A irmã de McDole também criticou a polícia. Segundo ela, o uso da força letal foi desnecessário.
— Por que você não poderia ter usado o taser para imobilizar este homem de cadeira de rodas? Por que não poderiam ter usado balas de borracha?
Apesar das declarações dos parentes da vítima, o chefe de polícia local, Bobby Cummings, aprovou a atitude dos policiais, acrescentando que só uma" investigação completa" iria revelar se eles deveriam ter abordado o caso de maneira diferente.
— Os policiais perceberam que havia uma ameaça e eles responderam.
Uma investigação do caso está sendo feita pelo Departamento de Polícia Wilmington. Os resultados irão determinar se os policiais envolvidos serão processados.
Veja o vídeo completo abaixo:



Fonte: revolution-news

 
Black -Brasil © 2006 - Adenilton Cerqueira